quarta-feira, 22 de março de 2017

DIA MUNDIAL DA ÀRVORE

O Dia Mundial da Árvore ou da Floresta celebra-se anualmente a 21 de março.

O objetivo da comemoração do Dia Mundial da Árvore é sensibilizar a população para a importância da preservação das árvores, quer ao nível do equilíbrio ambiental e ecológico, como da própria qualidade de vida dos cidadãos. Estima-se que 1000 árvores adultas absorvem cerca de 6000 kg de CO2 (dióxido de carbono).
30% da superfície terrestre está coberta por florestas, sendo nestas que se realiza a fotossíntese - produção de oxigénio a partir de dióxido de carbono. As florestas são apelidadas dos pulmões do mundo, não apenas pela sua função de manutenção e renovação dos ecossistemas, como também pela sua importância em áreas estratégicas como a economia e a produção de bens e alimentos.

Trabalho elaborado pelo 3º ano
Origem do Dia

A celebração do Dia Mundial da Árvore ou da Floresta começou a 10 de abril de 1872, no estado norte-americano do Nebraska (EUA). O seu mentor foi o jornalista e político Julius Sterling Morton, que incentivou a plantação ordenada de árvores no Nebraska, promovendo o "Arbor Day".


Ação

Assim, o CESC, em colaboração com o "Horto do Bulho" e o Agrupamento de Escolas, fez a sua parte, plantando quatro árvores: duas de fruto (uma laranjeira e uma pereira) e duas de floresta (um pinheiro e um sobreiro).
Aprender fazendo, é pois um dos nossos pilares na participação da formação integral dos nossos alunos.


video

Alguns benefícios de Árvores

  • As árvores fornecem oxigênio para o meio ambiente
  • As árvores fornecem sombra
  • Árvores marcam as estações, primavera, verão, outono e inverno
  • Árvores evitam a erosão do solo
  • As árvores fornecem alimento e abrigo para animais selvagens
  • As árvores fornecem madeira para construção civil
  • As árvores fornecem beleza para um bairro, parques e florestas



terça-feira, 21 de março de 2017

SEMANA DA LEITURA

SEMANA DA LEITURA

27 DE MARÇO A 4 DE ABRIL

PROGRAMA

27 DE MARÇO

30 minutos a ler  

11h00 - Abertura da Feira do Livro

14h00 – Auditório -
             Visita da escritora Maria Goretti Pina


28 DE MARÇO

Palavrear com a poesia (Na Biblioteca)


29 DE MARÇO


10h30 – Auditório
           - Visita do escritor José Francisco Rica



30 DE MARÇO

A Poesia vai à rua

14h30 – Centro de dia de S. Romão - peça de teatro "10 anoezinhos" e poesia portuguesa musicada

31 DE MARÇO

Prazer de Ler em Família

3 DE ABRIL

Feira do Livro - Teatro de Sombras


4 DE ABRIL


Piquenique de Leituras – Sr. dos Aflitos

DIA MUNDIAL DA POESIA

A POESIA deve estar sempre presente nas nossas vidas, mas como forma de acentuar o seu significado e promover a sua leitura, a UNESCO criou o Dia Mundial da Poesia, em 1999. No dia 21 de Março celebra-se então este dia, com atividades diversas como declamação de poesia, poesia musicada, escrita, com o intuito de celebrar este género literário, ou seja, as palavras em forma de poema.

NO TEU POEMA


No teu poema
Existe um verso em branco e sem medida
Um corpo que respira, um céu aberto
Janela debruçada para a vida.
No teu poema - 
Existe a dor calada lá no fundo
O passo da coragem em casa escura
E aberta, uma varanda para o mundo.
No teu poema  
Existe a noite
O riso e a voz refeita à luz do dia
A festa da senhora da agonia
E o cansaço do corpo que adormece em cama fria.
No teu poema 
Existe um rio
A sina de quem nasce fraco ou forte
O risco, a raiva, a luta de quem cai ou que resiste
Que vence ou adormece antes da morte.

No teu poema 
Existe o grito e o eco da metralha
A dor que sei de cor mas não recito
E os sonos inquietos de quem falha.

No teu poema 
Existe um cantochão alentejano
A rua e o pregão de uma varina
E um barco assoprado a todo o pano.
No teu poema 
Existe a noite
O canto em vozes juntas, vozes certas
Canção de uma só letra e um só destino a embarcar
O cais da nova nau das descobertas.

No teu poema 
Existe um rio
A sina de quem nasce fraco, ou forte
O risco, a raiva e a luta de quem cai ou que resiste
Que vence ou adormece antes da morte.

No teu poema 
Existe a esperança acesa atrás do muro
Existe tudo mais que ainda me escapa
E um verso em branco à espera... do futuro.


video







DIA DO PAI

Dia do Pai

O Dia do Pai em Portugal é comemorado no dia 19 de março.
Celebra-se no dia de São José, santo popular da igreja católica, esposo de Santa Maria e pai terreno de Jesus Cristo.
A celebração da data varia de país para país. Além de Portugal, também celebram o Dia do Pai no dia 19 de março países como a Espanha, a Itália, Andorra, Bolívia, Honduras e Liechstenstein.

Origem do Dia do Pai

Existem duas histórias sobre a origem do Dia do Pai:
1. A instauração do Dia do Pai teve origem nos Estados Unidos da América, em 1909. Sonora Luise, filha de um militar resolveu criar o Dia dos Pais motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart. A festa foi ficando conhecida em todo o país e em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia dos Pais.
2. Na Babilónia, em 2000 A.C. um jovem rapaz de nome Elmesu escreveu numa placa de argila uma mensagem para o seu pai, desejando saúde, felicidade e muitos anos de vida ao seu pai.

Prenda para o Dia do Pai

A tradição manda que seja entregue uma prenda ao pai para o homenagear. As crianças costumam oferecer prendas simbólicas como trabalhos manuais, músicas e poemas que fazem na escola. A família costuma reunir-se, muitas vezes com os pais, tios e avós presentes, de forma a homenagear os pais da família. Neste dia costuma-se fazer atividades em família.
No Dia do Pai, o melhor presente é aquele que tem um bonito significado. Um poema, música ou um desenho pessoal são a melhor demonstração de amor e carinho pelo pai. Mas existem mais opções de prendas. Estas foram as dos alunos do Centro Escolar de S. Cipriano - Turma SC1
video

Poema


Ter um Pai! É ter na vida
Uma luz por entre escolhos ;
É ter dois olhos no mundo
Que veem pelos nossos olhos!

Ter um Pai! Um coração
Que apenas amor encerra,
É ver Deus, no mundo vil,
É ter os céus cá na terra!

Ter um Pai! Nunca se perde
Aquela santa afeição,
Sempre a mesma, quer o filho
Seja um santo ou um ladrão ;

Talvez maior, sendo infame
O filho que é desprezado
Pelo mundo ; pois um Pai
Perdoa ao mais desgraçado!

Ter um Pai! Um santo orgulho
Pró coração que lhe quer
Um orgulho que não cabe
Num coração de mulher!

Embora ele seja imenso
Vogando pelo ideal,
O coração que me deste
Ó Pai bondoso é leal!

Ter um Pai ! Doce poema
Dum sonho bendito e santo
Nestas letras pequeninas,
Astros dum céu todo encanto!

Ter um Pai! Os órfãozinhos
Não conhecem este amor!
Por mo fazer conhecer,
Bendito seja o Senhor!

 Florbela Espanca

sexta-feira, 10 de março de 2017

EDUCAÇÃO LITERÁRIA - 4º ANO

BEIJO DA PALAVRINHA

PALAVRAS QUE NÃO GOSTARIA DE BEIJAR


  ATerrorizam o mundo
           Estragam locais bonitos
                             Roubam e pilham o que encontram
DesRespeitam os países
         O ódio está relacinado
                GRrande destruição espalham

Gonçalo Bernardo

 É tão Mau como não ter mãe nem pai
                      O álcool é amigo deste acontecimento
Sem Rendimentos pode acontecer
EsTá relacinada com guerras
                E acontece a todos os seres vivos.

André


            Importância com eles não há
            Na escola batem, enganam e coisas bem piores
    terrorIsmo eles fazem
         arMas fortes usam
             Interferem nas coisas dos outros
      amiGos não são
            Ódio de amigo é terrível

Tomás

                                                         Muitas pessoas não têm meios
                                       para sobrevIver
   como falta de casas e de alimentoS.
Estes seres humanos passam por guErras.
                                                    MoRrem imensos todos os anos
                                                  com Idades variadas.
                                                    NelA não há lixeiras,
                                                  por iSso, o lixo abunda por todo o lado.

João Tomás

   A coisa que mais detesto.
 ELe destroi vidas.
   Como é perigoso!
   Odiado, mas amado por alguns.
AOs viciados, peço que tenham cuidado.
   Logo desejarei que isto vá para longe.

Beatriz

Lealdade na vida devemos ter.
Usar e não abusar porque podemos morrer.
Tolerância e compreensão sempre à mão.
Avançar mas não magoar,
pois as famílias não queremos perder.

Filipa Rodrigues

   Infelicidades na nossa vida longa.
   Negras as coisas más porque passamos.
   Ferimento no coração cheio de carinho.
   Energia e esperança devemos ter.
ARrependimento de alguma coisa má.
   Nuvem preta que aparece.
SOfrimento pela morte de familiares.

Margarida

   Sofrer ninguém gosta.
HOmens e mulheres ninguém gosta de perder.
   Família têm todos ao chorar.
   Raiva podemos ter de familiares.
   Ignorar as pessoas não se pode
  Milagre acontece muitas vezes.
  Esquecer os familiares não se faz.
  Noticias más de alguém querido.
  Tristeza têm todos.
  Ódio não se pode ter a ninguém.

Rodrigo Morais


                 ElAs matam pessoas
podem causaR muitos estragos.
     Nós sofreMos muito.
                  HÁ famílias que perdem vidas.
            MuitaS delas na guerra.

Gonçalo Cardoso

              O Roubo é muito mau.
                  Odeio que se roube.
 os ladrões Usam várias coisas para o fazer.
            Os Bêbedos podem causa-los.
            Há Abuso pelos drogados.
                 Realmente é triste para todos nós.

Maria Estrela


                  Sentimentos de tristeza temos todos.
               BEbidas alcoólicas em excesso que passam por alguns
                  Pobreza nos lares
                 Adorar e não conseguir ter
                 Ressentimento com os outros conseguimos sentir
               FAlta de alimento saudável para a vida dos povos
        DoenÇa má na nossa família.
     DesilusÃo com os filhos por atitudes incorretas
Pensar no Ódio de alguém por raiva e repugnância.

João Pedro

                                  UTilizar armas para matar
                               gueRra é sofrimento e morte
                                     Inimigos temos que ter cuidado
                    falta de caSa, amor e compreensão
                                     Terror é um acontecimento atual
                                 quEro que isto não venha para a minha aldeia
                                   AZar é fácil haver
                                  NÃo matem os bons protejam-nos.

Gonçalo Dias Fernandes

                            Ele Manda fazer tudo, é preguiçoso
                                  Antes de fazer bate-lhe muito.
                                  Utiliza armas para matar pessoas.

                                                                      Clara

Ganância usam as pessoas que lutam à mão armada.
Unido deve estar o povo que combate contra o outro.
Energia é preciso ter e coragem também.
Ralhar uns com os outros é mau.
Rápidos são os cavalos onde as pessoas andam.
Armas usam-se para matar os outros nas lutas.

Maria Leonor


Tanto fumo que até faz mal.
As pessoas que fumam ficam doentes
Beatas não se deitam para o chão.
Algumas multidões fumam demais
Cigarros fazem mal à saúde
Odeio o fumo do cigarro.

Rodrigo Cardoso


                         É O mais malvado e não gosta do amor.
        Eu abomino Donde ele veio.
                        Só Imagina triunfar.
            E é claro, O amor não deixar ganhar.

Tiago Cardoso

Nunca parar De fazer aguma coisa.
                     É muito mau fazê-lo porque assim não ganhamos nada.
             FaltaS das pessoas.
               SentIr tudo sem falta
                GoSto de continuar e não parar.
                     Trata-se das coisas sem medo se não, não se consegue.
                     Ir muito longe...
              ParaR de tratar mal as pessoas.

                                                         Leandro

Dia e noite, às acontece
Ódio e vingança provocam-na
Raramente gostode a ter.

Micael









sexta-feira, 3 de março de 2017

TESTAMENTO DO ENTRUDO


Deixas do compadre

Senhores e senhoras
prestem toda a atenção!
Vamos ler o testamento
que D. Entrudo vos deixou.

Se recordar é viver
e nos abranda a saudade
recordai sempre na vida
o vosso querido compadre.

Antes deste mundo deixar
e a terra me engolir
aqui quero publicar
aquilo que vou repartir.

Divido toda a riqueza
pelos meus herdeiros amados
e parto com a certeza
de que ficam consolados.

Aos meninos da JI
que são brincalhões
deixo-lhes um insuflável
para darem trambolhões.

Aos alunos da SC1,
já sei o que vou deixar
deixo-lhes mais manuais
para puderem estudar.

Aos alunos da SC2
já sei o que vou deixar.
Deixo um kit de experiências
para os poder contentar.

Aos alunos da SC3
que gostam de desenhar,
deixo-lhes uma tela
para poderem pintar.

Ao professor Carlos
que sabe tocar guitarra
deixo-lhe uma música
para tocar com a cigarra.

Ao professor Miguel
que tem um filhinho,
deixo-lhe um biberão
para tomar conta do menino.

Aos funcionários da escola
que poem tudo a brilhar,
deixo-lhes um pincel
para as paredes pintar.

Aos motoristas desta escola
tenho muito que lhes deixar.
Deixo-lhes bastante dinheiro
para novos autocarros comprar.


Deixas da comadre

Ouçam lá com atenção,
pois não volto a repetir.
As deixas da comadre,
que por todos quer repartir.

À professora Zezinha,
que anda sempre cansada,
deixo-lhe uma caminha
para andar sossegada.

À professora Maria Quim
já sei o que vou deixar.
Um tapete de yoga
para mais relaxar.

À professora Linita,
que gosta de rimar,
deixo-lhe um microfone
para as rimas cantar.

À professora Dulce,
que é muito brincalhona,
deixo-lhe um instrumento
que é uma sanfona.

À professora Susana
que gosta de ensinar,
deixo-lhe mais alunos
para não descansar.

À professora Sofia,
que é muito vaidosa,
deixo-lhe um perfume
para ficar mais cheirosa.

À professora Glória
que gosta muito de ler,
deixo-lhe muitos livros
para a biblioteca engrandecer.

À professora Rosa,
que não tem medo de nada,
deixo-lhe um feio monstro
para andar assustada.

À professora Joana,
que gosta de exercício,
deixo-lhe um cronómetro
para começar do início.

À professora Sónia
que é muito catita,
deixo-lhe um espelho
para se ver bonita.

À professora Sara,
que sabe falar inglês,
deixo-lhe uns pauzinhos
para comer como um chinês.

À menina Dália,
que é muito simpática,
deixo-lhe um vestido
para ficar fantástica.

À professora Inês
que gosta de dançar,
deixo-lhe um rádio
para nos movimentar.

À professora Maria José,
que é a coordenadora,
deixo-lhe mais trabalho,
pois é muito trabalhadora.

Às cozinheiras desta escola,
que gostam de cozinhar,
deixo-lhes mais tigelas
para mais sopa nos dar.

Para as meninas estagiárias
que estão aqui pela 1ª vez,
deixo-lhes o manual de instruções
para saber como antes se fez.

À professora Fátima Lúcia,
que já saiu desta escola,
deixo-lhe muitos livros,
para os levar na sacola.

A todos em geral
não tenho nada para dar
talvez o meu “ muito obrigado”
e muita saúde desejar.

Se alguém ficou chateado
não se queixe ao tribunal,
e se alguém não foi lembrado
paciência, é Carnaval.

Bom Carnaval e Alegria
a todos vós, desejamos!
E fica já a promessa

que para o ano cá voltamos.

quarta-feira, 1 de março de 2017

O CARNAVAL

Mantendo a tradição e perpetuando a memória do nosso povo, mais uma vez, o Centro Escolar de S. Cipriano saiu à rua.
Tendo como pano de fundo a História da Carochinha, os nossos alunos, professores, auxiliares e pais, vestiram-se a preceito, para acompanhar a Comadre e o Compadre no seu último passeio, até à Eira de Louredo, onde muitas pessoas os aguardavam para ouvir a leitura do testamento, a peça de teatro e a queima dos compadres.
Foi uma tarde bem animada, com muito intercâmbio intergeracional, até porque os utentes dos Centro de Dia de S. Romão e Felgueiras, honraram-nos com a sua presença.
Agradecemos profundamente, mais uma vez, ao município de Resende, pela cedência do guarda roupa, o que permitiu a realização da temática de uma forma plena.